IBM Watson

A IBM sempre foi uma empresa que investiu muito em inovações, sempre foi referência ao longo da história no mercado de tecnologia.

Como não podia deixar de ser, ela também investiu em uma tecnologia que está em alta, a inteligência artificial e a inteligência cognitiva.

Nesse Grande investimento surgiu o IBM Watson, uma plataforma de várias APIs para construção de sistemas que utilizam de alguma forma a inteligência cognitiva.

Neste post irei entrar a fundo nessa tecnologia.

História

O Watson surgiu em 2011 como um super computador para participar de um programa de TV chamado Jeopardy, que era um jogo de perguntas e respostas.

Ele foi criado para derrotar os outros participantes que eram humanos. A regra era simples, ele não poderia estar conectado na internet, então a IBM o deixou isolado em uma sala sem qualquer conexão.

Mesmo sem uso da rede, ele venceu os outros participantes sem qualquer dificuldade.

 

 

A IBM percebeu a incrível ferramenta de Machine Learning que havia criado e resolveu então avançar com essa tecnologia, criando várias APIs em diferentes tipos de serviços para serem usados por vários tipos de clientes.

Com isso o Watson pode ajudar em vários ramos como a medicina, a agricultura, a educação, os bancos e vários outros setores.

A primeira utilização do Watson foi na área da saúde, ajudando no tratamento do câncer.

 

 

Por trás dos panos

O Watson funciona através do software IBM DeepQA e o framework Apache UIMA (Unstructure Information Management Architecture).

Ele foi escrito nas linguagens de programação C++, java e Prolog, e roda no sistema operacional SUSE Linux e utiliza o framework Apache Hadoop para a computação distribuída.

Como funciona

O Watson está dividido em diversas APIs na nuvem Bluemix da IBM.

Esses serviços estão disponíveis para serem testados no site da IBM e utilizados em diferentes sistemas pelos diversos desenvolvedores. Abaixo estão listadas todas as APIs atuais do Watson:

  • Conversation
  • Discovery
  • Discovery News
  • Document Conversion
  • Language Translator
  • Natural Language Classifier
  • Natural Language Understanding
  • Personality Insights
  • Retrieve and Rank
  • Speech to Text
  • Text to Speech
  • Tone Analyzer
  • Visual Recognition

Conversation

Esta é uma API muito voltada para a criação de Chatbots. Ela adiciona uma interface de linguagem natural e automatiza interações entre os usuários e os bots.

Basicamente ela possui 3 conceitos básicos para se trabalhar, são as intenções, as entidades e o diálogo.

Discovery

Adiciona busca cognitiva e análise de conteúdo para aplicações, ajudando a encontrar padrões, tendências e insights para ajudar em uma melhor tomada de decisão.

Discovery News

É semelhante à API de Discovery, porém a busca cognitiva e a análise de conteúdo é feita com base em notícias.

Document Conversion

Transforma documentos HTML, PDF e Microsoft Word em HTM, texto simples ou conjuntos de unidades de resposta que podem ser usados com outros serviços do Watson.

Language Translator

Identifica o texto do idioma escrito e traduz o texto de um idioma para outro para domínios específicos.

Natural Language Classifier

Interpreta a linguagem natural e a classifica em termos de confiabilidade.

Natural Language Understanding

Processa a linguagem natural para análise de textos avançados.

Personality Insights

Possibilita uma compreensão profunda da personalidade, características, necessidades e valores das pessoas para ajudar seus usuários com seus próprios termos.

Psicólogos ajudaram a criar esse serviço.Com ele é possível fazer análise de pessoas através de redes sociais, e-mails e textos diversos.

Retrieve and Rank

Melhora a recuperação da informação com o Machine Learning.

Speech to Text

Entende a fala humana e o transforma em texto.

Text to Speech

Interpreta o texto e o transforma em som natural de fala.

Tone Analyzer

Ajuda na interpretação do tom presente no texto. Com essa API é possível definir a emoção da pessoa através da fala.

Visual Recognition

Compreende o conteúdo das imagens, cria classificadores personalizados para desenvolver aplicativos inteligentes e cria coleções personalizadas para procurar imagens semelhantes.

Todas essas APIs estão disponíveis no site do Watson e podem ser testadas online.

Elas são atualizadas constantemente, existem alguns serviços também que ficaram obsoletos e a IBM não dá mais suporte à elas.

Aplicações

O IBM Watson está sendo utilizado em diversas aplicações famosas. Uma que está fazendo sucesso é a Meeka da empresa Me Casei.

A Meeka é um aplicativo para casamento em forma de assistente pessoal. Você conversa com ela e organiza o seu casamento de forma natural.

A primeira versão da Meeka foi criada em 3 semanas.

Em outro caso, a IBM fechou parceria com o Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, para utilizar a plataforma de reconhecimento visual do Watson no tratamento de câncer.

O Banco do Brasil também está fazendo uso do Watson para fazer interações com o usuário final, ao invés do usuário ter que utilizar o app para fazer suas transações, ele pode diretamente falar com o bot para fazer qualquer transação financeira.

O Watson também foi utilizado na robótica, a rede hoteleira Hilton criou o robô chamado Connie para servir como Concierge em seus hotéis.

O Connie utiliza o Watson para funcionar e com ele você pode perguntar sobre o que fazer na cidade, dicas de restaurantes e várias outras coisas.

 

 

Esses são só alguns exemplos de aplicações do IBM Watson pelo Brasil e pelo mundo. Existem milhares de outras aplicações relevantes que estão utilizando o Watson.

Conclusão

O Watson da IBM é uma poderosa ferramenta de inteligência artificial que tem ajudado muitas áreas, especialmente na saúde.

Sua estrutura está toda na nuvem e pode ser utilizado para testes de graça no site da IBM. Depois de uma certa quantidade de interações, o serviço passa a ser cobrado.

O Watson já está sendo utilizado por diversas empresas ao redor do mundo, isso é possível a sua grande quantidade de APIs que é disponibilizada pela IBM, além de poderem ser utilizadas em conjunto dependendo do modelo de negócio.

Se você se interessar em testar os serviços, pode acessar o site da IBM, lá você poderá testar cada serviço de forma fácil.

 

Gostou do nosso post? Quer saber mais sobre Watson e Inteligência Artificial?
Siga nossas redes sociais e fale conosco!


João Felipe Pessanha
Consultor e Desenvolvedor Java
Trabalha na Clubee Soluções

Certificado Java / Apaixonado por Tecnologia e Pesquisas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*