Chatbots: O que são, como podem ser criados e aonde podem atuar?

O que são chatbots? Por que ultimamente muita gente tem falado mais e mais sobre eles? Por que eles estão aproximando mais os clientes com as empresas? Essas e outras questões serão respondidas nesse post dedicado a essa tecnologia cada vez mais emergente no mercado. Chatbot é um serviço que você interage por mensagens através de uma interface de chat. Em português, chatbot quer dizer robô de chat e alguns o chamam apenas de bot.

Ele pode ser utilizado em vários serviços de mensagem como o Facebook Messenger, Slack, Telegram, Skype entre outros. Pare para pensar, quais os tipos de aplicativos que as pessoas estão mais usando atualmente? Isso mesmo, a maioria das pessoas tem utilizado na maior parte do tempo os aplicativos de mensagens.

As pessoas enviam em média mais de 60 bilhões de mensagens por dia, isso contando apenas Messenger e Whatsapp. Pensando assim, empresas de tecnologia como o Facebook desenvolveram os chatbots, para aproximar mais as empresas dos seus clientes fazendo com que as pessoas conversem com suas empresas através de mensagens como se estivessem interagindo com outra pessoa.

Uma frase muito famosa que o Mark Zuckerberg utilizou quando o Facebook lançou a plataforma de bots no Messenger foi, “Ninguém deveria ter que instalar um novo aplicativo para ter que interagir com cada serviço que você queira e acreditamos que exista um melhor jeito de fazer isso.”.

Com isso, muitos acreditam que os chatbots irão substituir vários aplicativos que você provavelmente não tem vontade de baixar para ficar  ocupando espaço desnecessário no seu celular. Posso citar alguns exemplos de chatbots famosos como o Poncho que serve para dizer o clima do local em que você está e você também pode configurá-lo para te enviar notificações sobre o clima em horários programados.

Existe também um muito famoso que é o 1-800-Flowers que serve para você comprarflores online e foi utilizado no Keynote de lançamento dos chatbots apresentado pelo Mark Zuckerberg.

No Brasil temos o Bahianinho do casas Bahias que foi muito bem desenvolvido e serve para te enviar promoções e mostrar os produtos. Veja outros exemplos de empresas brasileirasque estão utilizando chatbots no Facebook Messenger neste post. Existem dois tipos de chatbots, os baseados em regras e os que utilizam a inteligência artificial.

 

Chatbots baseados em regras

Esse é um bot bem limitado pois só responde baseado em comandos específicos, ou seja, se você disser algo fora do comum, ele provavelmente não saberá o que fazer.

Chatbots baseados em inteligência artificial

Nesse tipo de bot você não tem que ser tão específico pois ele utiliza o famoso machine learning que é o aprendizado de máquina. 

Com o passar do tempo esse tipo de bot fica cada vez mais inteligente e aprende a dar respostas mais e mais precisas pois quanto mais as pessoas o utilizam, mais ele entende.

Eles possuem a capacidade de entender e aprender a linguagem natural. Esse tipo de bot deve ser treinado e existem várias plataformas d criação para esse tipo de bot, são algumas delas:

  • Watson da IBM
  • AI
  • Azure da Microsoft

 

Como construir chatbots

Você não precisa saber nenhuma linguagem de programação para construir um chatbot, pois eles também podem ser construidos sem uma linguagem específica. Existem plataformas para criação de chatbot. O próprio Facebook disponibiliza um tutorial para construção de bots sem programação. Entretanto, chatbots criado a partir de uma linguagem de programação são ainda mais sofisticados, principalmente se você utilizar uma plataforma de inteligência artificial integrada.

Você pode contruir seu bot utilizando várias linguagens como Java, PHP, Python e a que eu mais gosto de utilizar para esse fim que é o Nodejs. A criação de chatbots é mais uma questão de experiência do usuário do que uma questão de construção técnica pois você vai querer que seu usuário sinta vontade de voltar a utilizá-lo, então não importa qual linguagem você irá utilizar, ou se você irá utilizar alguma linguagem, o que importa é o resultado final para o seu usuário e para o seu tipo de negócio.

Primeiro você deve escolher em qual plataforma o seu bot irá atuar (Facebook Messenger, Telegram, Skype, Slack), depois você deve saber que tipo de problema você irá resolver com o seu bot, em seguida você deve configurar um servidor para isso e a partir daí construí-lo com uma linguagem ou uma plataforma.

Cada plataforma de chat possui uma boa documentação que permite você começar a desenvolver seu bot. Após o desenvolvimento do seu bot, as plataformas geralmente exigem que seu bot passe por um período de avaliação para assegurar que ele está dentro das políticas e normas da empresa.

No Facebook Messenger, por exemplo, você deve preencher um formulário na sua página do Facebook Developer com informações do seu bot, principalmente ícone e nome. Após isso você irá colocar seu bot para uma avaliação realizada pelo grupo do Facebook e só depois poderá lançá-lo para o mundo.

O futuro

 

Tudo indica que futuramente vários apps que são feitos para um serviço muito específico, serão substituídos pelos chatbots. Isso porque com eles você não precisa baixar nada no seu celular e o ser humano possui a tendência de querer utilizar serviços de mensagens para resolver seus problemas.

Apesar de toda essa novidade, os chatbots não são tão novos assim, já na década de 90 existia, por exemplo, o Verbot, que era capaz de fazer conversões artificiais online. Porém, agora eles vem tomando força por conta do alto investimento de grandes marcas e principalmente pela evolução da inteligência artificial.

 

Gostou do nosso post? Quer saber mais sobre chatbots?
Siga nossas redes sociais e fale conosco!


João Felipe Pessanha
Consultor e Arquiteto Java
Trabalha na Clubee Soluções

Certificado Java / Apaixonado por Tecnologia e Pesquisas

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*